terça-feira, 9 de março de 2010

Dica de Livro As atribulações de uma Operadora de Caixa


Com o interessante título As atribulações de uma Operadora de Caixa, a francesa Anna Sam que trabalhou como Operadora de Caixa para pagar seus estudos em Literatura Francesa e conta neste livro as agruras de trabalhar em tal função.
Apesar do trabalho mecânico e quase robotizado, Anna conseguiu captar diversos sentimentos seus e dos que passavam por ela no caixa.
Foram 8 anos presenciando indiferença, comentários grosseiros e muitas vezes indelicados. Ela conta que se sentiu humilhada, quando uma mãe disse para filha" se você não estudar vai acabar assim como essa moça aí atrás do balcão".
O livro faz uma reflexão sobre como nós percebemos "o outro", principalmente se ele estiver numa posição profissional diferente, para muitos considerada menor, o que não é verdade.
Isto me lembra o estudo de um psicólogo brasileiro, relatado num outro livro que trata da invisibilidade de alguns profissionais. Li este livro há alguns anos, interessantíssimo onde ele para fazer uma pesquisa para o seu Mestrado em Psicologia Social, se vestia de cantoneiro(gari no Brasil) e acompanhava estes profissionais. É um outro livro que vou indicar, mas merece um outro post, não entrarei em detalhes aqui.
A autora Anna Sam, vem nos mostrar como conseguiu superar a sensação de humilhação, os movimentos repetitivos, chegava a repetir mais de 200 vezes a mesma frase sobre o cartão de fidelização da empresa. Para muitos a vida poderia ter seguido em frente mesmo estando infeliz, seja por acomodação ou falta de opções melhores, até sua reforma(aposentadoria) ou afastamento da função por doenças ocupacionais típicas da função.
Só que Anna ousou, inovou e teve a ideia de fazer inicialmente um blog anónimo para relatar essas agruras e desabafar.Aí está o pulo do gato, ela não ficou apenas na reclamação, partiu para a acção.
Penso que Anna não imaginava que se estava a se tornar um sucesso.Ela conta que sua identidade só foi descoberta pelos empregadores, no dia que pediu demissão.
Aprendizado, resiliência, criatividade, paciência, são características que Anna vem nos trazer com esse livro, que virou best seller na França e será adaptado para o teatro e cinema.
Imagino se Anna não tivesse ousado, onde estaria agora...
Vale a pena leitura e reflexão, para nós profissionais de Recursos Humanos, Psicologia e os que se interessam pelo ser humano.


3 comentários:

gremunhoz disse...

Elis querida,
Lembro dessa matéria sobre os garis, talvez você mesma tenha me contado algo sobre. Acho absurda essa indiferença, esse preconceito.
Faço questão de cumprimentar esses profissionais e penso que eles deveriam ganhar mais em dinheiro e condições de trabalho.
São eles os responsáveis pela limpeza do nosso entorno, que têm de aguentar nossas "cacas".
Em um momento que o planeta necessita de cuidado e preservação, as atenções deveriam estar voltadas a eles.
Sonho com o dia em que trabalharão com máscaras, ganharão bem e se tranformarão em agentes de conscientização.
Todas as profissões são importantes e devem ser respeitadas. Ainda sobre a questão do gari, você deve ter ficado sabendo sobre o escândalo do Boris Casoy, né? Se não, segue o link para esta vergonha... http://www.youtube.com/watch?v=0H9znNpeFao
beijo enorme e saudades ainda maiores!!!
Amei ver meu link no seu blog. E acho fofo seu novo modo de escrever, literalmente aportuguesado. ;-)

Anônimo disse...

Elis,
Parabéns pela excelente reflexão! Aqui na empresa vejo que a maioria das pessoas trata o pessoal da limpeza como seres invisíveis: Sem bom dia, boa tarde, com licença, obrigada, está tudo bem com você?... Nada! São robôs cuidando para que o ambiente de trabalho fique limpo e adequado para nosso uso.
É aquilo que sempre falo: As senzalas melhoraram o aspecto, mas continuam sendo senzalas...
Parabéns e obrigada por nos fazer pensar nestes temas dos Recursos Des- Humanos!!!!!
Beijo

Anônimo disse...

Filha! só, em ver q/ vc se envolve, não só na parte profissional + tambem nos sentimentos dos seres humanos, fico bastante honrado: q/ Deus te abençoe e amplifique muito + e te dê muita saude!!!!!!!