quinta-feira, 7 de janeiro de 2021

Dia do Leitor - 07 de janeiro


Foto arquivo pessoal - Biblioteca Municipal do Porto
Há mais de 90 anos, no dia 07 de janeiro (desde 1928), celebra-se o Dia do Leitor, um dia criado para homenagear a todos os apaixonados pelos livros e pela literatura. Esta data foi criada no Ceará (estado do Brasil), por um poeta e jornalista chamado Demócrito Costa. 
Incentivar o hábito da leitura desde a mais tenra infância, é uma forma de investir no futuro de um ser humano. O hábito da leitura é aprendido, ao longo de anos e deve ser incentivado. Quando desenvolve-se este hábito, um universo de possibilidades é aberto para o leitor. 
Ler não deve jamais ser uma obrigação e sim um prazer enorme. Para tal, é preciso, despertar o olhar e os sentidos dos nossos pequeninos leitores com livros que lhes façam ser estimulados a quererem mais. Mesmo um bebê pode manusear um livro próprio para sua idade, os pais, cuidadores, educadores poderão ler para os maiores e levar os pequenos leitores ao prazer da leitura.
Quantos são os adultos que em minha prática profissional me dizem que "precisam voltar a ler" pois só o fazem por obrigação, porque o "trabalho exige, leituras técnicas" "que já faz anos que deixaram de ler livros com o prazer que liam" ou outros dizem ainda que desejam ter como meta em 2021 ler mais. Desejos e metas de leitura para 2021. 
Então caro leitor deste blog eu pergunto à você, você tem lido mais desde que começou a pandemia? O que você tem lido? Você tem algum estilo de livro favorito? Está retomando as leituras neste início de 2021?
Conta aqui nos comentários, vou adorar saber. 







quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

Feliz Novos Dias em 2021!


Queridos amigos e leitores do blog, deixo expresso, meu desejo que possamos fazer nossos dias mais harmoniosos, que tenhamos ânimo e muita coragem, para os enfrentamentos da vida diária, neste novo 
ano que se avizinha, ainda com as limitações impostas pela pandemia, mas bastante confiante com a chegada da vacina em todo os países. 
Agradeço por TUDO o que vivi este ano. Um ano de profundo trabalho interior, de me permitir sentir raiva, tristeza, angústia, medo, aceitação, porque não somos só alegria e amor. Me permiti olhar para a sombra interior, para que a luz interior possa brilhar, sem ficar a me culpabilizar por sentir o que estava a sentir. Sou grata por este trabalho, que está a acontecer e vai seguindo até o fim dos meus dias, sem sombra de dúvida.
A palavra que escolhi para habitar os meus dias foi a autoaceitação.
Sei que precisaremos de muita resiliência para os próximos tempos, que estejamos abertos para isso. 
Que sigamos com esperanças renovadas, com a certeza que dias melhores virão. 
Muita paz! 
Desejo de todo coração amigo leitor, um Feliz 2021! 

Receita para um novo dia 

Pegue um litro de otimismo,
Duas lágrimas –de preferência
Escorridas no passado.


Duas colheres de muita luta
E sonhos à vontade.


Duzentos gramas de presente
E meio quilo de futuro
.


Pegue a solidão, descasque-a toda
E jogue fora a semente.

Coloque tudo dentro do peito
E acenda no fogo brando das manhãs de sol.

Mexa com muito entusiasmo.
Ao ferver, não esqueça de colocar
Uma dose de esperança
E várias gotas de liberdade.

Sorrisos largos e abraços apertados,
Para dar um gosto especial.

Quando pronto,
assim que os olhos começarem a brilhar,
Sirva-o de braços abertos.

Poeta Sergio Vaz - Livro "Colecionador de Pedras" - Global Editora

quarta-feira, 30 de dezembro de 2020

Conectadas pelo Coração na Revista Literária Voo Livre










O ano de 2020 foi bastante desafiador, intenso e árido por tudo o que já sabemos que a pandemia nos trouxe.
Foi um ano de profundas reflexões, mudanças, de olhar para dentro. Para muitos foi um período de solidão, de angústia, em não poder estar com os seus entes mais queridos, de partidas, ausências, de ter que ficar trancado em casa frente a frente consigo próprio. Nem todas as pessoas suportaram bem estes momentos. Muitas precisaram de apoio psicológico para uma escuta mais apurada e do amparo de amigos mesmo à distância. 
Com a intenção de trazer mais leveza, iniciei alguns projetos voluntários. Um deles, se chama Leitura e Reflexão no seu coração e o outro mais recente, é o Ler&Cuidarte onde seis mulheres de diferentes áreas utilizam a Biblioterapia, as histórias, os poemas e os contos para o cuidado com o outro. 
Fui convidada juntamente com Christyanne Bueno para falar sobre esses projetos na Revista literária Voo Livre. 
Agradeço à Marina Marino, por acreditar em nosso trabalho voluntário e abrir espaço para divulgá-lo.
Estas práticas precisam ser divulgadas mundo afora. Ficamos felizes pela visibilidade e oportunidade em levarmos literatura e afeto, neste momento de pandemia. Estamos todas Conectadas pelo coração. 
Para acessar o conteúdo completo entre no link:

sexta-feira, 25 de dezembro de 2020

Feliz Natal!


 Queridos amigos, passando por cá para desejar um Feliz Natal! 🌲🌟
Recebi esta belíssima mensagem, que me define e partilho com vocês.

Cada vez que duas pessoas se entendem e se perdoam, é *Natal.*
Cada vez que você mostra paciência com quem convive, é *Natal.*
Cada vez que você ajuda uma pessoa, é *Natal.*
Cada vez que alguém decide ser honesto em tudo o que faz, é *Natal.*
Cada vez que nasce uma criança, é *Natal.*
Cada vez que se respeita e se auxilia um idoso, é *Natal.*
Cada vez que duas pessoas se amam com um amor limpo, profundo e sincero, é *Natal.*
Cada vez que você olhar alguém com os olhos do coração, sem julgamentos ou críticas, é *Natal.*
Cada vez que alguém socorre e devolve dignidade a um animalzinho, é *Natal.*
Cada vez que você divide o pão da sua mesa, é *Natal.*
Cada vez que se demonstra amor ao próximo, é *Natal.*
Cada vez que você faz uma reforma íntima e procura dar conteúdo novo a sua vida, é *Natal.*"
PORQUE *NATAL* é *Amor* todo dia.
*Paz* todo dia.
*Generosidade* todo dia.
*Justiça*, todo dia.
*Compreensão* todo dia.
*Respeito* todo dia.
*Autoamor* todo dia.
*Ação positiva* todo dia.
*Amor à vida*, todo dia.
E é a partir dessas atitudes que:
Nasce a *Esperança*
Nasce a *Alegria*
Nasce a *Paz*.
Nunca será um verdadeiro *Natal* enquanto comemorarmos apenas 01 noite com amor e nos esquecermos e nos desrespeitarmos o resto do ano!
Seguramente não é isto que *Jesus* queria de nós!
Então façamos uma reflexão e cuide para que nossa vida seja um constante *Natal.*
(Autor desconhecido)

terça-feira, 1 de setembro de 2020

Setembro - Adélia Prado

Alguns meses são especiais, mas setembro sempre teve um ar de renovação e de mudança na minha vida. Mudança de casa, de cidade e de país. Novos projetos e jornadas sempre iniciaram em setembro. 
No hemisfério norte, mais precisamente em Portugal, é um novo ano mesmo que se inicia. Dizemos até que há um ano novo em 1 de setembro (como se fosse o 1 de janeiro, pelo menos algumas amigas brincam que é). Em geral, é o mês do fim das férias, do início do ano letivo e muitos projectos, é o outono a chegar.
Já no Brasil, é o belíssimo início da primavera, da estação das flores, de todos os encantamentos que trazem esta estação.
Como vivo as duas estações  e os dois países intensamente, sinto ainda mais o desejo de iniciar setembro de forma leve e poética, para poder atravessar o momento presente.
Trago a sublime poeta mineira Adélia Prado.

 Meditação à beira de um poema - Adélia Prado
Podei a roseira no momento certo
e viajei muitos dias,
aprendendo de vez
que se deve esperar biblicamente
pela hora das coisas.
Quando abri a janela, vi-a,
como nunca a vira,
constelada,
os botões,
alguns já com o rosa-pálido
espiando entre as sépalas,
jóias vivas em pencas.
Minha dor nas costas,
meu desaponto com os limites do tempo,
o grande esforço para que me entendam
pulverizaram-se
diante do recorrente milagre.
Maravilhosas faziam-se
as cíclicas, perecíveis rosas.
Ninguém me demoverá
do que de repente soube
à margem dos edifícios da razão:
a misericórdia está intacta,
vagalhões de cobiça,
punhos fechados,
altissonantes iras,
nada impede ouro de corolas
e acreditai: perfumes.
Só porque é setembro.

segunda-feira, 6 de julho de 2020

Gratidão por mais um ano de vida!

Olá queridos amigos e leitores do blog. Hoje escrevo para agradecer, por mais um ano solar da minha existência neste plano. Confesso que me sinto como naqueles filmes estilo Si-Fi (ficção científica) onde as personagens deitam-se numa cápsula e quando acordam passaram-se 200 anos. Pois eis que devido a pandemia, sinto-me um bocadinho assim. 
Pergunto-me como pode já ter passado 365 dias desde meu aniversário de 2019 e não só? Mas como tenho escutado isso de muitas pessoas, incluindo clientes e amigos, então não estou sozinha neste sentimento. Se calhar talvez seja porque a vida, quase que ficou contida a estar a fazer praticamente tudo em casa e no online. Eis que é isso, como diz uma grande amiga "é o que temos para hoje". Vamos aprendendo a lidar, cada dia com mais um dia.
Para o dia de hoje e por tudo o que a vida me permite o que posso dizer é que sou GRATA. Apenas isso. Uma profunda e enorme GRATIDÃO por ter chegado aqui hoje, com 47 anos. Muito o que agradecer, a começar pela VIDA, esta que é tão rara, como diz a música do Lenine. Grata à Deus por me permitir chegar aqui, neste dia, neste momento, com tudo o que é, compreendendo que há dias e dias, mas que seguimos apesar daqueles mais difíceis, das dores, das lutas, do choro. Em outros dias, há sorrisos, há encontros, haverão abraços, há carinho, há palavras de esperança e afeto por toda parte, por enquanto é fato apenas virtuais. Entre isso tudo, há o viver.
Cá estou eu a viver, um dia de cada vez. Com o coração cheio, agradeço e peço à Deus se me for permitido ultrapassar este 2020. 

segunda-feira, 8 de junho de 2020

Curso Relacionamento Interpessoal e Eneagrama

Olá, olá!
Estarei a dinamizar mais uma edição do curso Relacionamento Interpessoal e Eneagrama.
Aproveitem a oportunidade.
É um curso integralmente no formato e-learning, dinamizado através da plataforma Moodle. 


Programa
1. O que é o Eneagrama
Definição
Breve histórico
Fundamentos principais


2. Os Centros de Inteligência
Centro Físico
Centro Emocional
Centro Intelectual

3. Apresentação e Identificação dos 9 tipos de personalidade

  • Tipo 1
  • Tipo 2
  • Tipo 3
  • Tipo 4
  • Tipo 5
  • Tipo 6
  • Tipo 7
  • Tipo 8
  • Tipo 9

4. Relacionamento interpessoal dos tipos de personalidade
  • Estratégias para se relacionar com cada tipo de personalidade e sua forma de sentir, pensar e agir
  • Tipos complementares
  • Movimentos entre os tipos de personalidade
Carga Horária
12 horas
(com 4 sessões síncronas)

Certificação
– Certificado de Formação Profissional, segundo a Portaria 474/2010 de 8 de julho (Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social), retirado da plataforma SIGO.

quinta-feira, 23 de abril de 2020

Dia Mundial do Livro em 2020

Este ano o Dia Mundial do Livro, vai ser diferente, afinal estamos a viver este momento da quarentena em isolamento social.
Normalmente esta data é celebrada em muitas escolas e bibliotecas com eventos próprios para celebrar este dia. Mas nós podemos celebrar sim, esta data sem sair de casa.
Na verdade para muitas pessoas este período de reclusão forçada, têm sido um momento de se encontrar ou re-encontrar com os livros, de abraçá-los ou até de revisitar algum que esteja esquecido na estante. 

Acredito que os livros nos torna seres humanos melhores, pois como diria Rubem Fonseca, compreendemos melhor as outras pessoas, porque entendemos melhor a nós mesmos.
Viva os livros!
O que você tem lido? Partilhe aqui no blog.



quinta-feira, 2 de abril de 2020

A busca do equilíbrio na quarentena - Parte III

A busca do equilíbrio na pandemia
Dependendo da situação de cada um, muitas pessoas passaram a ter mais tempo em casa. Nos posts anteriores, falamos sobre como manter uma rotina para quem está a trabalhar em casa. Mas essa não é uma realidade de todos.

Tenho me apercebido que para algumas pessoas a empresa deu férias coletivas. Outras já são aposentadas ou o tipo de atividade que exerciam está no momento em suspenso, devido a quarentena.
 

Então, aproveitando este período, algumas pessoas têm relatado que possuem tempo a mais ou a menos. Isso depende da rotina com os filhos, por estarem aposentadas ou desempregadas. Com isso, a ansiedade e o temor quanto ao amanhã, tendem a tomar conta.

É natural que tenhamos receio do desconhecido e do futuro. Acredito que todos nós sintamos em maior ou menor grau este estranhamento. O que poderá fazer a diferença  será a forma de encararmos e buscarmos o enfrentamento desta situação, em diferentes níveis. Reforço que o apoio psicológico será fundamental. Tanto que muitos profissionais estão a colaborar em plataformas para atendimento voluntário no mundo todo. Se sentir que necessita de um suporte maior, não tenha vergonha. Procure ajuda de um psicólogo capacitado. Ele é o melhor profissional para apoiá-lo.
  
Uma grande mudança no mundo está em curso. Fazemos parte dela. Novas formas de viver e trabalhar vão se estabelecer após a pandemia.

Tenho escutado muito no meu trabalho as pessoas questionarem como ficarão as relações profissionais, formações e cursos acadêmicos. Estamos mudando no meio da mudança. Isto é, novas formas de trabalhar e de aprender estão sendo elaboradas enquanto passamos por esta experiência.

A resiliência para lidar com esse momento, é algo que vamos buscar desenvolver. Cito aqui Viktor Frankl no livro Em busca de sentido:

"Quando a circunstância é boa, 
devemos desfrutá-la; quando não é favorável devemos transformá-la e quando não pode ser transformada, devemos transformar a nós mesmos".

É um convite à nossa reflexão. 

O que podemos fazer neste período que esteja ao nosso alcance para buscarmos o nosso equilíbrio? 
Mais uma vez, isso é bastante pessoal.

O que podemos perceber é que quando nos ocupamos com certas atividades, a angústia diminuí sensivelmente e o tempo passa com maior rapidez. Podemos experimentar alguma dessas atividades: 

Dê uma faxina geral na casa

Como diz uma amiga minha, vista-se e prepare-se, o dia vai ser curto para a quantidade de coisas que descobrimos que tem para se limpar numa casa.

Arrume aqueles cantinhos da casa esquecidos

Sabe aquelas gavetas das quais fugimos? As caixas que têm de tudo um pouco? Armários que estão esquecidos há anos? Pode ser o momento ideal de reencontro com gratas e belas surpresas.

Organize suas  fotos

Temos milhares de fotos seja no celular, no computador. Talvez seja um bom momento para organizá-las e revisitar fotos antigas que estão em álbuns guardados há muito tempo, que já nem lembramos mais. 

Escreva num diário

Este é um momento que de tão único, pode nos suscitar a escrever, relatar e fazer uma espécie de diário. Quando escrevemos temos a oportunidade de nos conectarmos às nossas emoções. Pode ser muito libertador e um profundo encontro consigo mesmo. 

Leia mais livros

Para muitas pessoas pode ser o início de um reencontro com a leitura. Para outros apaixonados pelos livros, uma grande oportunidade de colocar em dia os muitos livros que estão a espera de serem lidos. O importante é não se cobrar de "ter que ler" um número muito grande de páginas. Recomendo por experiência própria que leia algo leve. Experimente os poemas, contos, poesias. Os livros infantis podem trazer muitas surpresas. Muitas editoras, tem liberado livros digitais 
gratuitamente, os chamados e-books. 

Telefone para pessoas que você não conversa há muito tempo

Imagine a surpresa e alegria de poder conversar com aquela pessoa querida, que muitas vezes não falamos, por conta do lufa-lufa do dia a dia. 

Aprenda a fazer uma receita nova

Experimente aquela receita que te deram, invente e reinvente. Muitas surpresas podem surgir a partir daí. 

Depois conte aqui no blog, o que você fez ou quais as suas estratégias para passar pela quarentena. 
Desejo muita paz no seu dia! 

quarta-feira, 1 de abril de 2020

A busca do equilíbrio na quarentena - Parte II

buscar o equilíbrio na quarentena é fundamental
Caros leitores e amigos do blog, dando continuidade ao tema sobre a busca do equilíbrio na quarentena. Seguirei com mais algumas coisas/tarefas da vida prática de uma trabalhadora e dona de casa.
Vamos lá.
Pré-organização das refeições - Se você estiver a trabalhar em casa, pode ser interessante parar por alguns momentos no dia anterior e pensar no que poderá fazer para o almoço/jantar do dia a seguir. Além de que, se tiver que pensar em algo mais elaborado, pode pesquisar receitas, descongelar algo, tudo o que possa fazer para te deixar com mais tempo livre é válido.

Minha experiência:
Depois que passei a fazer isso, as refeições são preparadas com maior antecedência e eu não fico me estressando com o que vou fazer. Eu cozinho quase todos os dias, além de ser mais econômico, é sempre mais saudável.


Limpeza da casa -
Este é um item que ganhou destaque na vida de toda a gente depois da pandemia.Passamos a limpar, tudo e mais alguma coisa. A limpeza se tornou mais um item de estresse, de preocupação. A ideia aqui é que limpemos sim, mas sem deixar que isso consuma todo o nosso tempo. 

Quando se trabalha em casa e não se tem uma diarista ou ela está também dispensada, vamos ter que ir nos virando. Organizar a limpeza por partes, gera menos estresse. Não dá para querer fazer tudo num único dia.

Minha experiência:
Vou buscando fazer todo dia alguma coisa, que seja essencial. Deixo algumas tarefas para o fim de semana. Divido, essas tarefas com meu marido, que também trabalha em casa, pois senão eu ia acabar não conseguindo trabalhar, para poder limpar, lavar e arrumar. Precisei estabelecer quais eram as minhas prioridades. Ainda assim, tenho passado mais pano na casa do que antes. Vou me controlando (risos!).
Colocar uma música e cantar junto enquanto limpa/arruma pode ajudar. Bem como ouvir um podcast, uma palestra do youtube ou uma live. A minha psicoterapeuta dizia, que limpar a casa pode ser uma meditação, bem como cozinhar. Depois de anos, passei a concordar, ainda tenho dificuldade com essa meditação (risos!).

Noticiário da TV e notícias em geral das redes sociais-
Uma das coisas mais importantes para quem busca manter o equilíbrio nesses dias, é conseguir não estar ligado 24 horas no noticiário em geral, seja ele a televisão ou as redes sociais.
Não é ficar alienado ou em negação da realidade.

É MUITO IMPORTANTE conseguir estabelecer limites internos do que ver, quando ver e como ver. Você pode notar que os jornais, repetem as mesmas notícias de manhã, de tarde e a noite. Se calhar, de madrugada. Imagine, se seria possível conseguir trabalhar e ficar vendo TV junto ou recebendo atualizações, vídeos no whatsapp de todos os grupos. Certamente é enlouquecedor. Fazer escolhas neste momento será crucial. Pondere sair de grupos de whatsapp polarizados e fique atento as fake news que passam por eles.Isto pode pode ajudar a manter o equilíbrio. Lembre-se, é por sua saúde emocional.

Minha experiência:
Defini algumas fontes de informação e me atualizo com elas duas vezes por dia. Faço parte de apenas dois grupos de whatsapp que são bastante nutritivos e trazem mensagens de otimismo e informações úteis e relevantes.
Tem funcionado e não estou nem um pouco alienada do que está a ocorrer.
Lembre-se é uma opção o que você escolhe assistir ou ver seja na TV ou celular(telemóvel).

Me conte como você tem criado sua rotina de trabalho.
Até amanhã!