segunda-feira, 6 de julho de 2020

Gratidão por mais um ano de vida!

Olá queridos amigos e leitores do blog. Hoje escrevo para agradecer, por mais um ano solar da minha existência neste plano. Confesso que me sinto como naqueles filmes estilo Si-Fi (ficção científica) onde as personagens deitam-se numa cápsula e quando acordam passaram-se 200 anos. Pois eis que devido a pandemia, sinto-me um bocadinho assim. 
Pergunto-me como pode já ter passado 365 dias desde meu aniversário de 2019 e não só? Mas como tenho escutado isso de muitas pessoas, incluindo clientes e amigos, então não estou sozinha neste sentimento. Se calhar talvez seja porque a vida, quase que ficou contida a estar a fazer praticamente tudo em casa e no online. Eis que é isso, como diz uma grande amiga "é o que temos para hoje". Vamos aprendendo a lidar, cada dia com mais um dia.
Para o dia de hoje e por tudo o que a vida me permite o que posso dizer é que sou GRATA. Apenas isso. Uma profunda e enorme GRATIDÃO por ter chegado aqui hoje, com 47 anos. Muito o que agradecer, a começar pela VIDA, esta que é tão rara, como diz a música do Lenine. Grata à Deus por me permitir chegar aqui, neste dia, neste momento, com tudo o que é, compreendendo que há dias e dias, mas que seguimos apesar daqueles mais difíceis, das dores, das lutas, do choro. Em outros dias, há sorrisos, há encontros, haverão abraços, há carinho, há palavras de esperança e afeto por toda parte, por enquanto é fato apenas virtuais. Entre isso tudo, há o viver.
Cá estou eu a viver, um dia de cada vez. Com o coração cheio, agradeço e peço à Deus se me for permitido ultrapassar este 2020. 

segunda-feira, 8 de junho de 2020

Curso Relacionamento Interpessoal e Eneagrama

Olá, olá!
Estarei a dinamizar mais uma edição do curso Relacionamento Interpessoal e Eneagrama.
Aproveitem a oportunidade.
É um curso integralmente no formato e-learning, dinamizado através da plataforma Moodle. 


Programa
1. O que é o Eneagrama
Definição
Breve histórico
Fundamentos principais


2. Os Centros de Inteligência
Centro Físico
Centro Emocional
Centro Intelectual

3. Apresentação e Identificação dos 9 tipos de personalidade

  • Tipo 1
  • Tipo 2
  • Tipo 3
  • Tipo 4
  • Tipo 5
  • Tipo 6
  • Tipo 7
  • Tipo 8
  • Tipo 9

4. Relacionamento interpessoal dos tipos de personalidade
  • Estratégias para se relacionar com cada tipo de personalidade e sua forma de sentir, pensar e agir
  • Tipos complementares
  • Movimentos entre os tipos de personalidade
Carga Horária
12 horas
(com 4 sessões síncronas)

Certificação
– Certificado de Formação Profissional, segundo a Portaria 474/2010 de 8 de julho (Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social), retirado da plataforma SIGO.

quinta-feira, 23 de abril de 2020

Dia Mundial do Livro em 2020

Este ano o Dia Mundial do Livro, vai ser diferente, afinal estamos a viver este momento da quarentena em isolamento social.
Normalmente esta data é celebrada em muitas escolas e bibliotecas com eventos próprios para celebrar este dia. Mas nós podemos celebrar sim, esta data sem sair de casa.
Na verdade para muitas pessoas este período de reclusão forçada, têm sido um momento de se encontrar ou re-encontrar com os livros, de abraçá-los ou até de revisitar algum que esteja esquecido na estante. 

Acredito que os livros nos torna seres humanos melhores, pois como diria Rubem Fonseca, compreendemos melhor as outras pessoas, porque entendemos melhor a nós mesmos.
Viva os livros!
O que você tem lido? Partilhe aqui no blog.



quinta-feira, 2 de abril de 2020

A busca do equilíbrio na quarentena - Parte III

A busca do equilíbrio na pandemia
Dependendo da situação de cada um, muitas pessoas passaram a ter mais tempo em casa. Nos posts anteriores, falamos sobre como manter uma rotina para quem está a trabalhar em casa. Mas essa não é uma realidade de todos.

Tenho me apercebido que para algumas pessoas a empresa deu férias coletivas. Outras já são aposentadas ou o tipo de atividade que exerciam está no momento em suspenso, devido a quarentena.
 

Então, aproveitando este período, algumas pessoas têm relatado que possuem tempo a mais ou a menos. Isso depende da rotina com os filhos, por estarem aposentadas ou desempregadas. Com isso, a ansiedade e o temor quanto ao amanhã, tendem a tomar conta.

É natural que tenhamos receio do desconhecido e do futuro. Acredito que todos nós sintamos em maior ou menor grau este estranhamento. O que poderá fazer a diferença  será a forma de encararmos e buscarmos o enfrentamento desta situação, em diferentes níveis. Reforço que o apoio psicológico será fundamental. Tanto que muitos profissionais estão a colaborar em plataformas para atendimento voluntário no mundo todo. Se sentir que necessita de um suporte maior, não tenha vergonha. Procure ajuda de um psicólogo capacitado. Ele é o melhor profissional para apoiá-lo.
  
Uma grande mudança no mundo está em curso. Fazemos parte dela. Novas formas de viver e trabalhar vão se estabelecer após a pandemia.

Tenho escutado muito no meu trabalho as pessoas questionarem como ficarão as relações profissionais, formações e cursos acadêmicos. Estamos mudando no meio da mudança. Isto é, novas formas de trabalhar e de aprender estão sendo elaboradas enquanto passamos por esta experiência.

A resiliência para lidar com esse momento, é algo que vamos buscar desenvolver. Cito aqui Viktor Frankl no livro Em busca de sentido:

"Quando a circunstância é boa, 
devemos desfrutá-la; quando não é favorável devemos transformá-la e quando não pode ser transformada, devemos transformar a nós mesmos".

É um convite à nossa reflexão. 

O que podemos fazer neste período que esteja ao nosso alcance para buscarmos o nosso equilíbrio? 
Mais uma vez, isso é bastante pessoal.

O que podemos perceber é que quando nos ocupamos com certas atividades, a angústia diminuí sensivelmente e o tempo passa com maior rapidez. Podemos experimentar alguma dessas atividades: 

Dê uma faxina geral na casa

Como diz uma amiga minha, vista-se e prepare-se, o dia vai ser curto para a quantidade de coisas que descobrimos que tem para se limpar numa casa.

Arrume aqueles cantinhos da casa esquecidos

Sabe aquelas gavetas das quais fugimos? As caixas que têm de tudo um pouco? Armários que estão esquecidos há anos? Pode ser o momento ideal de reencontro com gratas e belas surpresas.

Organize suas  fotos

Temos milhares de fotos seja no celular, no computador. Talvez seja um bom momento para organizá-las e revisitar fotos antigas que estão em álbuns guardados há muito tempo, que já nem lembramos mais. 

Escreva num diário

Este é um momento que de tão único, pode nos suscitar a escrever, relatar e fazer uma espécie de diário. Quando escrevemos temos a oportunidade de nos conectarmos às nossas emoções. Pode ser muito libertador e um profundo encontro consigo mesmo. 

Leia mais livros

Para muitas pessoas pode ser o início de um reencontro com a leitura. Para outros apaixonados pelos livros, uma grande oportunidade de colocar em dia os muitos livros que estão a espera de serem lidos. O importante é não se cobrar de "ter que ler" um número muito grande de páginas. Recomendo por experiência própria que leia algo leve. Experimente os poemas, contos, poesias. Os livros infantis podem trazer muitas surpresas. Muitas editoras, tem liberado livros digitais 
gratuitamente, os chamados e-books. 

Telefone para pessoas que você não conversa há muito tempo

Imagine a surpresa e alegria de poder conversar com aquela pessoa querida, que muitas vezes não falamos, por conta do lufa-lufa do dia a dia. 

Aprenda a fazer uma receita nova

Experimente aquela receita que te deram, invente e reinvente. Muitas surpresas podem surgir a partir daí. 

Depois conte aqui no blog, o que você fez ou quais as suas estratégias para passar pela quarentena. 
Desejo muita paz no seu dia! 

quarta-feira, 1 de abril de 2020

A busca do equilíbrio na quarentena - Parte II

buscar o equilíbrio na quarentena é fundamental
Caros leitores e amigos do blog, dando continuidade ao tema sobre a busca do equilíbrio na quarentena. Seguirei com mais algumas coisas/tarefas da vida prática de uma trabalhadora e dona de casa.
Vamos lá.
Pré-organização das refeições - Se você estiver a trabalhar em casa, pode ser interessante parar por alguns momentos no dia anterior e pensar no que poderá fazer para o almoço/jantar do dia a seguir. Além de que, se tiver que pensar em algo mais elaborado, pode pesquisar receitas, descongelar algo, tudo o que possa fazer para te deixar com mais tempo livre é válido.

Minha experiência:
Depois que passei a fazer isso, as refeições são preparadas com maior antecedência e eu não fico me estressando com o que vou fazer. Eu cozinho quase todos os dias, além de ser mais econômico, é sempre mais saudável.


Limpeza da casa -
Este é um item que ganhou destaque na vida de toda a gente depois da pandemia.Passamos a limpar, tudo e mais alguma coisa. A limpeza se tornou mais um item de estresse, de preocupação. A ideia aqui é que limpemos sim, mas sem deixar que isso consuma todo o nosso tempo. 

Quando se trabalha em casa e não se tem uma diarista ou ela está também dispensada, vamos ter que ir nos virando. Organizar a limpeza por partes, gera menos estresse. Não dá para querer fazer tudo num único dia.

Minha experiência:
Vou buscando fazer todo dia alguma coisa, que seja essencial. Deixo algumas tarefas para o fim de semana. Divido, essas tarefas com meu marido, que também trabalha em casa, pois senão eu ia acabar não conseguindo trabalhar, para poder limpar, lavar e arrumar. Precisei estabelecer quais eram as minhas prioridades. Ainda assim, tenho passado mais pano na casa do que antes. Vou me controlando (risos!).
Colocar uma música e cantar junto enquanto limpa/arruma pode ajudar. Bem como ouvir um podcast, uma palestra do youtube ou uma live. A minha psicoterapeuta dizia, que limpar a casa pode ser uma meditação, bem como cozinhar. Depois de anos, passei a concordar, ainda tenho dificuldade com essa meditação (risos!).

Noticiário da TV e notícias em geral das redes sociais-
Uma das coisas mais importantes para quem busca manter o equilíbrio nesses dias, é conseguir não estar ligado 24 horas no noticiário em geral, seja ele a televisão ou as redes sociais.
Não é ficar alienado ou em negação da realidade.

É MUITO IMPORTANTE conseguir estabelecer limites internos do que ver, quando ver e como ver. Você pode notar que os jornais, repetem as mesmas notícias de manhã, de tarde e a noite. Se calhar, de madrugada. Imagine, se seria possível conseguir trabalhar e ficar vendo TV junto ou recebendo atualizações, vídeos no whatsapp de todos os grupos. Certamente é enlouquecedor. Fazer escolhas neste momento será crucial. Pondere sair de grupos de whatsapp polarizados e fique atento as fake news que passam por eles.Isto pode pode ajudar a manter o equilíbrio. Lembre-se, é por sua saúde emocional.

Minha experiência:
Defini algumas fontes de informação e me atualizo com elas duas vezes por dia. Faço parte de apenas dois grupos de whatsapp que são bastante nutritivos e trazem mensagens de otimismo e informações úteis e relevantes.
Tem funcionado e não estou nem um pouco alienada do que está a ocorrer.
Lembre-se é uma opção o que você escolhe assistir ou ver seja na TV ou celular(telemóvel).

Me conte como você tem criado sua rotina de trabalho.
Até amanhã! 



terça-feira, 31 de março de 2020

A busca do equilíbrio na quarentena - Parte I

buscar o equilíbrio durante a quarentena
Como sabemos, muitas pessoas no mundo foram colocadas em quarentena. Da noite para o dia, passaram de trabalhadores que tinham uma rotina pré-estabelecida. Logo pela manhã, muito cedo, pegavam o seu carro ou transporte público, levavam os filhos para a escola e  saíam para trabalhar. Encontravam os colegas de trabalho, entravam e saíam de reuniões e tudo o mais inerente a rotina profissional e social.
Trabalhos que essencialmente exigiam contacto físico com o outro nas mais diferentes áreas de atuação, foram colocados para trabalhar em casa.
Muitas pessoas relatam que se sentem "perdidas". É verdade. É um novo momento que não sabemos quanto tempo irá perdurar. 

Se hoje podemos estar nessa condição e ainda manter o trabalho ou emprego, busquemos um estado de agradecimento enorme, como um amigo me disse. Pois as incertezas vão acometendo grande parte da população mundial. 
O que é certo e sabido é que vamos necessitar criar novas rotinas, novas formas de trabalhar e buscar ferramentas internas. Para muitos casos será necessário procurar por apoio psicológico, como tenho indicado para muitos dos meus clientes.
Como sabemos não existe um manual de instruções para o viver. 
Meu convite é que ao longo deste período busquemos encontrar caminhos para nos equilibrar, sem cobranças exageradas. Visto que já estarmos com uma sobrecarga emocional. 
Estou a partilhar o que faço, porque como muitos sabem, já trabalho há alguns anos em home office. Peço que adaptem estas ideias e partilhem outras que façam sentido para vocês. 
Busque criar e e manter uma rotina matinal
Para que a ansiedade não tome conta. Faça a sua refeição matinal (como de costume).
Minha experiência: Costumo fazer respirações profundas assim que acordo, inspiro e expiro, durante alguns minutos. 
Tenho uma rotina muito pessoal diária: de leitura, oração, meditação e escrita num caderno, que funciona como uma espécie de diário de crescimento interior. Para mim faz total sentido ser assim. 
Existem muitos apps gratuitos de meditação. Eu uso alguns: Insight Timer que têm áudios em português-pt e br, 5 minutos ou OMM - One moment meditation, entre outros. 
A verdade é que para uns vai funcionar outros não. Não é receita de bolo e até nas receitas de bolo, eu gosto de inventar o que muitas vezes não está na receita, dando aquele toque e você? 
O que gosto de dizer é, vai lá e experimenta criar a tua rotina matinal em tempos de quarentena, sem cobranças.
Pratique alguma atividade física
Pode ser dançar, se alongar, yoga, pilates, dança circular, exercícios funcionais, etc. Muitos canais no YouTube têm criado treinos, com muita gente partilhando. É só dar uma espreitada nas redes. Só não vale ficar parado. 
Minha experiência:  Eu gosto de misturar alongamentos (faço sempre), com pilates de solo e dançar. Acompanho alguns vídeos de dança circular da focalizadora e biblioterapeuta Cristiana Seixas e outros que vejo no YouTube. 
Cerca de 15 minutos já fazem uma diferença no seu bem-estar.
Esteja no momento presente
Parece estranho falar isso, mas muitas vezes tendemos a criar cenários internos que vão sendo alimentados e retroalimentados por situações que nunca vão acontecer. Também não temos como alterar o que passou, pensamentos do tipo "ah! se eu tivesse feito x ou y", não contribuem para um estado emocional equilibrado. Quando perceber que sua mente está a divagar, pare e respire profundamente, durante cerca de um minuto. Lembre-se: nós não temos como controlar a situação política mundial, a economia ou quando a pandemia irá acabar. Controlamos apenas as nossas reações mediante a situação.
Minha experiência: Há alguns anos, após minha realizar minha formação no Eneagrama e nas Constelações Familiares, comecei a praticar meditação com regularidade (assunto para um outro post), passei a usar o recurso de respirar profundamente. Costumo dividir esta prática com os meus clientes. É tão simples, que muitas pessoas perguntam: "Mas é só respirar?" Sim, respirar profundamente, sentindo o ar entrar pelo nariz, encher os pulmões e ver o abdômen se distender. A seguir, expirar pela boca soltando todo o ar. Isto acalma a alma.
Lembro que muitos especialistas da área da saúde utilizam esta ferramenta básica. Portanto, é mesmo um convite, experimentem e me contem como foi. 
Amanhã trarei aqui no blog, mais algumas formas de mantermos o nosso equilíbrio nesta fase. Se você puder, por favor e por amor fique em casa!
Como diz Thiago de Mello no poema "Faz escuro mas eu canto":
"Vamos juntos, multidão,
trabalhar pela alegria
amanhã é um novo dia" 







segunda-feira, 30 de março de 2020

Músicas para a quarentena - Trem-bala - Ana Vilela

músicas para ouvir na pandemia
Este período de quarentena imposto pela pandemia, têm certamente nos colocado à prova. Com todas as emoções a nos povoarem os sentidos. 
Muitos clientes, amigos e até familiares, têm me relatado que não têm conseguido se concentrar ou relaxar para ler, estudar e que acabam por ficar sem rotina. Falaremos mais  sobre isso ao longo desta semana. Digo apenas, não se cobrem tanto. Mais uma vez, um passo pequeno todos os dias e ao final, teremos feito uma caminhada. Mesmo que esta caminhada esteja a ser feita em casa.
Aproveitando que a semana está a começar, vou deixar uma música que é um poema e que nos faz refletir muito sobre este momento. Além de trazer também muita esperança para suportarmos estes dias.
Revisite a suas músicas preferidas e crie a sua playlist. Neste momento vamos buscar nos fortalecer diariamente. Quando ouvimos uma música que gostamos ou quando cantamos, liberamos endorfinas que nos ajudam a enfrentar os momentos mais difíceis. 
Veja o vídeo e acompanhe a letra belíssima e poética.
Trem Bala - Ana Vilela

"Não é sobre ter todas as pessoas do mundo pra si

É sobre saber que em algum lugar, alguém zela por ti 
É sobre cantar e poder escutar mais do que a própria voz 
É sobre dançar na chuva de vida que cai sobre nós

É saber se sentir infinito
Num universo tão vasto e bonito,
é saber sonhar 
Então fazer valer a pena 
Cada verso daquele poema sobre acreditar Não é sobre chegar no topo do mundo e saber que venceu 
É sobre escalar e sentir que o caminho te fortaleceu
É sobre ser abrigo e também ter morada em outros corações
E assim ter amigos contigo em todas as situações 

A gente não pode ter tudo
Qual seria a graça do mundo se fosse assim?
Por isso eu prefiro sorrisos
E os presentes que a vida trouxe para perto de mim 


Não é sobre tudo que o seu dinheiro é capaz de comprar
E sim sobre cada momento, sorriso a se compartilhar 
Também não é sobre correr contra o tempo pra ter sempre mais
Porque quando menos se espera, a vida já ficou pra trás 

Segura teu filho no colo 
Sorria e abraça os teus pais enquanto estão aqui 
Que a vida é trem bala, parceiro
E a gente é só passageiro prestes a partir 

Laiá, laiá, laiá, laiá, laiá
Laiá, laiá, laiá, laiá, laiá 


Segura teu filho no colo 
Sorria e abraça os teus pais enquanto estão aqui 
Que a vida é trem bala, parceiro 
E a gente é só passageiro prestes a partir"

domingo, 29 de março de 2020

Tempos de mudanças!

O ano de 2020 certamente ficará para sempre marcado em nossas vidas. A pandemia do coronavírus ou COVID 19, que está a alterar a vida no nosso planeta em todas as dimensões possíveis e imagináveis. 
Tudo o que tínhamos como "certo" ou "garantido" nas diferentes áreas mudou, em menos de um mês. Com isso, ocorreu uma avalanche de mudanças em todos os âmbitos - emocional, social, profissional, familiar e muito mais. 
Uma situação desta proporção exige de todos nós muita resiliência, força interior, serenidade e esperança, para podermos lidar com tantas coisas juntas e misturadas. 
O questionamento de como será o futuro, é algo que certamente tem permeado todos nós. Não sabemos nada ainda. O que é certo e está ao nosso alcance é que podemos aproveitar este período para direcionar nossa energia de forma a buscarmos força interior e alternativas para lidar com o que se passa em nós, com os nossos e com o mundo. 
Pensar no que temos no momento presente, sem criar cenários imaginativos que podem nunca acontecer. Afinal, a nossa mente adora criar cenários assombrosos. 
O tempo que perdemos em pensar nos piores cenários, podemos canalizar para o momento presente e de forma realista-otimista, trabalhando para criar um futuro desejável.
Quanto mais nos inundamos com o noticiário vigente da TV e das redes sociais mais mergulhamos no pessimismo como algo certo para as nossas vidas. Não é criar uma "bolha de fantasia" onde a realidade é negada. Mas não precisamos chafurdar no que está a ocorrer com tamanha intensidade, a ponto de nos deixar paralisados. É importante criar limites para o que vemos e ouvimos e assim manter a sanidade mental nestes tempos. 
O período de isolamento social que nos foi imposto, é certamente um convite a reflexão. É hora de meditar e voltarmo-nos para dentro, para o nosso "eu" interior.Buscando o que de fato ele necessita, o que ele talvez venha clamando há muito tempo. Mas por causa da nossa vida extremamente "ocupada". não temos tempo para olhar.
O que este "eu interior" vai nos dizer é muito pessoal, mas também bastante oportuno escutarmos. Afinal, o que estamos a viver é uma grande oportunidade de mudança em todos os níveis. 
Temos visto que a solidariedade em todo o planeta se intensificou, que ações positivas têm tomado conta de muitas pessoas. Vemos diariamente partilhas de todas as formas: música, arte, poesia, lives, vídeos, movimentos de solidariedade em prol daqueles com menos recursos e tantas outras ações que vieram para ficar. 
Portanto, há de fato uma mudança em curso no mundo e estamos inseridos nela, quer queiramos ou não.
Não há fórmula mágica para o viver. Não tenho a pretensão de ter respostas prontas, porque na verdade ninguém tem, muito menos em tempos de mudanças. O que é certo é que podemos experimentar com este abanão tomar consciência que muitas vezes vivemos no piloto automático da vida. 
Deixo a seguir algumas reflexões que considero pertinentes e que podemos exercitar neste período. 
  • Que aspectos gostaria de trabalhar para desenvolver a minha personalidade? Algo que venho adiando e que sinto que chegou o momento.
  • Quais as áreas da minha vida, desejo rever, aproveitando esta quarentena? 
Você pode criar um compromisso consigo mesmo para fazer estas reflexões e criar pequenas ações. Escreva, num caderno ou numa folha criada para isso. Estabeleça pequenos passos, para não ficar se cobrando por mudanças repentinas que não são duradouras. Depois se quiser partilhe aqui no blog como foi a tua experiência, com estas reflexões e que ações conseguiste fazer.  
Se desejar aprofundar sobre este tema ou outro entre em contato para conversarmos. Poderemos usar o Eneagrama como ferramenta de apoio ao seu autoconhecimento e principalmente para lidar com o que estamos a viver. 

sábado, 21 de março de 2020

Dia Mundial da Poesia - 21 de março

Arquivo pessoal
Hoje celebramos o Dia Mundial da Poesia. Precisamos de poesia em nosso dia a dia, para nos dar leveza aos acontecimentos que vivemos em nossa vida.
A poesia nos traz beleza, inspiração,  é alimento essencial da alma, por isso convido você a encher sua vida de poesia.
Poesia no seu pensar, no seu sentir e no seu fazer.
Vamos poetizar a vida!

Para hoje deixo a poesia de Fernando Pessoa do livro O Guardador de Rebanhos.

"Sou um guardador de rebanhos.
O rebanho é os meus pensamentos
E os meus pensamentos são todos sensações.
Penso com os olhos e com os ouvidos
E com as mãos e os pés
E com o nariz e a boca.

Pensar uma flor é vê-la e cheirá-la
E comer um fruto é saber-lhe o sentido.

Por isso quando num dia de calor
Me sinto triste de gozá-lo tanto,
E me deito ao comprido na erva, 
E fecho os olhos quentes,
Sinto todo o meu corpo deitado na realidade, 
Sei a verdade e sou feliz."

quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

Salve o Dia do Leitor - 7 de janeiro


Foto by Sara Ribeiro em Serralves
Para mim todos os dias são dias dos leitores e da leitura.
É tão bom quando somos inundados com histórias de leitores e novos leitores.
São muitos clientes que me relatam que são beneficiados com os livros. Alguns dizem que já não liam há décadas, que nunca gostaram de ler, alguns dizem que há muito abandonaram os livros e que gostariam de voltar a sentir o amor pelos livros. E voltam, viu?
Muitos voltaram a ler e a sorrir.
 A ter outros olhos para a sua vida e para os outros que o cercam.
Passaram até a "receitar" os livros que os encantaram para outras pessoas, polinizando mais leitores. De facto os livros têm esse poder!
Como digo sempre, livros mudam vidas!
Que 2020 nos traga muitos livros, muita leitura e poesia. Quem lê compreende o mundo de forma mais humana e sensível. Precisamos dessa sensibilidade para viver e enfrentar o lufa lufa da vida diária!